CE Ultrassom

Escopo: Normalização no campo de métodos por Ultra-som para Ensaios Não Destrutivos no que concerne à terminologia, métodos de ensaio, requisitos de desempenho de equipamentos de ensaio e acessórios.
 
Coordenador: Marcos Aiub de Mello - Petrobras

Para consultar os documentos, favor clicar aqui.
 
NORMAS PUBLICADAS
 
ABNT NBR 6002:2008, Ensaios não destrutivos - Ultra-som - Detecção de descontinuidades em chapas metálicas
Especifica o método de ensaio não destrutivo por ultra-som para detecção de descontinuidades laminares em chapas metálicas laminadas com espessura igual ou acima de 4,5 mm, utilizando a técnica pulso-eco.
 
ABNT NBR 8862:1985, Tubos metálicos - Inspeção ultra-sônica de soldas longitudinais e em espiral
Esta Norma prescreve o método para a detecção de descontinuidades de soldas longitudinais e em espiral em tubos metálicos. Esta Norma se aplica a tubos com diâmetro externo de 50 a 920 mm e espessura de parede de 3 a 20 mm. Esta Norma pode ser aplicada a tubos com dimensões diferentes das indicadas, devendo-se, entretanto, tomar precauções especiais para assegurar que condições ultra-sônicas não-usuais, tais como geração de ondas de Lamb ou transposição de duplos feixes, não causem erros nos resultados de ensaio.
 
ABNT NBR 15824:2012, Ensaios não destrutivos — Ultrassom — Medição de espessura 
Esta Norma especifica o método de ensaio não destrutivo por ultrassom para medição de espessura a quente, a frio e das partes submersas de instalações marítimas com instrumento de medição digital, com leitura direta.
Os materiais a serem inspecionados são aqueles que apresentam propagação linear do ultrassom, permitindo associar o tempo de trânsito com a distância percorrida pelo som.
 
ABNT NBR 15955:2011, Ensaios não destrutivos — Ultrassom — Verificação dos instrumentos de ultrassom
Esta Norma descreve os métodos e os critérios de aceitação que permitem verificar, antes e no decorrer da execução do ensaio, o desempenho de sistemas de ultrassom, ou seja, instrumentos combinados com os seus respectivos cabeçotes e cabos, com a utilização de blocos-padrão calibrados.
 
ABNT NBR 16196:2013, Ensaios não destrutivos — Ultrassom — Uso da técnica de tempo de percurso da onda difratada (ToFD) para ensaio em soldas
Esta Norma especifica a aplicação da técnica de tempo de percurso da onda difratada (ToFD) para o ensaio de ultrassom de juntas soldadas em materiais metálicos com espessura maior ou igual a 6 mm.
 
PROJETOS E REVISÕES DE NORMAS
 
PR NBR 6002:2008, Ensaios não destrutivos - Ultra-som - Detecção de descontinuidades em chapas metálicas
Especifica o método de ensaio não destrutivo por ultra-som para detecção de descontinuidades laminares em chapas metálicas laminadas com espessura igual ou acima de 4,5 mm, utilizando a técnica pulso-eco.

PR NBR 8862, Tubos metálicos - Inspeção ultra-sônica de soldas longitudinais e em espiral
Esta Norma especifica os requisitos para o exame por ultrassom utilizando ondas transversais geradas através de técnica convencional ou phased array para a detecção de descontinuidades em soldas longitudinais e helicoidais em tubos de aço.

PN 58:000.06-008, Ensaio Não Destrutivo – Ultrassom – Phased array para inspeção de solda
Esta Norma estabelece os requisitos para a realização do ensaio não destrutivo por meio de ultrassom computadorizado pela técnica de phased array em juntas soldadas em materiais metálicos.
 
PN 58:000.06-009, Ensaio Não Destrutivo – Ultrassom – IRIS
Esta Norma fixa as condições exigíveis na realização de ensaio não destrutivo IRIS - “Internal Rotary Inspection System” para avaliação de perda de espessura de tubos de trocadores de calor e caldeiras.

Sócios Patrocinadores

  •  


  •